Política

Reinaldo chama Trump de maluco e projeta MS como pioneiro em carbono neutro

Sistema de energia solar foi inaugurado em escola nesta terça

Aliny Mary Dias Publicado em 25/04/2018, às 13h41 - Atualizado em 28/04/2018, às 15h11

None

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou, nesta quarta-feira (25), que Mato Grosso do Sul será um estado pioneiro na neutralização de gases que contribuem para o efeito estufa. Em evento sobre energia sustentável, o governador classificou o presidente americano Donald Trump como “maluco”.

Reinaldo participou, no fim da manhã, da inauguração de sistema de energia solar na Escola Estadual Brasilina Ferraz Mantero, no Jardim Leblon, em Campo Grande.

“Mato Grosso do Sul é signatário de um estudo junto com a Embrapa e outras instituições de pesquisa para transformar MS no primeiro estado de carbono neutro do país”. Segundo Reinaldo, significa fazer a absorção dos gases de efeito estufa e neutralizar a emissão para colaborar com o clima mundialmente.

O governador também afirmou que as iniciativas trarão mais sustentabilidade ao Estado. “A energia solar é um dos grandes passos para nós podermos ter sustentabilidade, além de gerar economia e gerar energia sem poluição. Esta escola é a primeira de muitas que faremos o mesmo sistema de geração fotovoltaica”.

O Estado investiu R$ 150 mil no sistema de energia e deve durar de 25 a 30 anos.

Maluco

Durante o discurso, o governador ainda criticou o presidente americano Donaldo Trump, lembrando que ele retirou os Estados Unidos da COP 21 (21ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima).

“Aquele maluco do presidente americano, o Trump, tirou os Estados Unidos da COP 21, que vai na contramão do que o Brasil vem fazendo”, completou.  – Com Richelieu Pereira

Jornal Midiamax