Política

PT Nacional se reúne para decidir entre ‘prisão ou rebelião’ de Lula

Presidente do partido diz que lançará Lula candidato mesmo com condenação

Joaquim Padilha Publicado em 25/01/2018, às 13h02

None

Presidente do partido diz que lançará Lula candidato mesmo com condenação

A executiva nacional do PT irá se reunir nesta quinta-feira (25), em São Paulo, para discutir quais serão os próximos passos da legenda após a decisão do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), que condenou o ex-presidente Lula a doze anos e um mês de prisão.

A informação foi publicada no site do PT, em um artigo do historiador Valter Pomar, filiado ao partido, que incita a legenda a decidir-se entre aceitar a “prisão” ou ir à “rebelião”.

“Um setor da coalizão golpista está disposto não apenas a condenar, mas também a submeter o presidente Lula à prisão em regime fechado” alerta a publicação de Valter.

“A esquerda brasileira, a começar pelo PT, terá que decidir – já neste dia 25 de janeiro de 2017, se vai aceitar resignadamente esta sentença ou se vai insurgir-se contra ela”, incita o texto.PT Nacional se reúne para decidir entre 'prisão ou rebelião' de Lula

Nesta quarta-feira (24), após a condenação, a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, também publicou uma nota alegando que o partido ainda pretende lançar a candidatura de Lula para as eleições para presidente.

“Vamos confirmar a candidatura de Lula na convenção partidária e registrá-la em 15 de agosto, seguindo rigorosamente o que assegura a Legislação eleitoral”, diz a nota de Hoffmann.

Jornal Midiamax