Política

Prefeito vai à Polícia após ser barrado em ponto de bloqueio de caminhoneiros

Caminhoneiros teriam dito que "ninguém passaria, nem mesmo prefeito"

Joaquim Padilha Publicado em 31/05/2018, às 13h06 - Atualizado em 01/06/2018, às 13h11

None

O prefeito de Santa Rita do Pardo, Cacildo Dagno Pereira (PSDB), foi à Polícia depois de ter sido impedido de passar por um trecho da MS-040 por parte de caminhoneiros grevistas.

O caso ocorreu na manhã de ontem, quarta-feira, (30). Cacildo relatou aos policiais que vinha em viagem a Campo Grande pela MS-040 quando foi “barrado e obstado de deixar a cidade” pelos manifestantes.

Os caminhoneiros teriam informado o tucano que “ninguém passaria, nem mesmo o prefeito”. Apesar do fato ter ocorrido por volta das 7h do sábado, Cacildo só registrou queixa na manhã desta quinta-feira (31).

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Santa Rita do Pardo. O Jornal Midiamax tentou entrar em contato com o prefeito, porém até a conclusão dessa reportagem não obteve respostas.

Segundo o Sindicam-MS (Sindicato dos Caminhoneiros de Mato Grosso do Sul), a greve dos caminhoneiros teria se encerrado nesta quarta-feira (30) no Estado, e já não haveriam mais pontos de bloqueios nas estradas estaduais e federais.

Jornal Midiamax