Candidato único do MDB ao Senado, Moka reúne 61 prefeitos

Apoio é justificado pela continuidade de recursos para projetos municipais
| 23/05/2018
- 20:13
Candidato único do MDB ao Senado, Moka reúne 61 prefeitos

Nesta quarta-feira (23), 45 prefeitos sul-mato-grossenses estiveram reunidos em Brasília, durante a participação na XXI Marcha dos Prefeitos, e anunciaram apoio à pré-candidatura para reeleição do senador (MDB). Além dos presentes, outros 16 prefeitos também anunciaram apoio ao senador, totalizando 61 dos 79 prefeitos dentro de Mato Grosso do Sul. Moka é o único candidato do MDB ao Senado, conforme anunciou na semana passada o partido.

Os administradores afirmaram, em carta de apoio, que os eleitores poderão escolher dois candidatos e, segundo dizeres de  Waldeli dos Santos Rosa (MDB), prefeito de Costa Rica, “não importa se o Moka será o primeiro ou segundo candidato do prefeito. O que vale é o apoio a sua reeleição”.

Conforme carta, o apoio se justifica pelo fato de que todos os municípios do estado foram contemplados com recursos federais em obras e projetos durante os sete anos de Moka no Senado. O senador, segundo os presentes, arrecadou R$ 550 milhões em recursos extraorçamentários e emendas.

Seu antigo adversário político, também do MDB, Ângelo Guerreiro, prefeito de Três Lagoas, também firmou apoio ao senador, e disse confiar que o próprio trabalho realizado por Moka garante respaldo a reeleição.

Para os prefeitos, a permanência de Moka no Senado oferece segurança para que os municípios continuem recebendo atenção, principalmente para dar continuidade aos projetos nos próximos anos.

 

Veja também

Últimas notícias