Política

Zé Teixeira alega que redução do ICMS vai impulsionar economia de MS

Deputado se antecipou a possíveis críticas de servidores

Ludyney Moura Publicado em 22/06/2017, às 15h22

None

Deputado se antecipou a possíveis críticas de servidores

O primeiro secretário da Assembleia, deputado Zé Teixeira (DEM), disse que a redução do ICMS (o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para operações interestaduais com gado pode resultar em melhora na economia do Estado.

“Quero deixar claro que fazendo o mercado melhorar, consequentemente aumenta a arrecadação e assim o Governo pode investir mais no servidor, fechando o ciclo”, argumentou o democrata.

Segundo Teixeira, desde Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal para apurar supostas irregularidades no setor frigorífico, o consumo da carne bovina diminuiu, o que prejudicou o mercado do agronegócio local.

“Hoje estamos com o boi represado no pasto, ou seja, se o governo diminuir o imposto será economicamente viável exportar aos outros estados que estão com consumo alto ainda. Além disso, torna o estado competitivo, igualando a alíquota do ‘boi em pé’ com a dos nossos vizinhos. Eu faço essa defesa porque sou produtor”, declarou.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) revelou que vai autorizar redução do ICMS de 12% para 7% nas operações com gado por 90 dias, a partir de 1º de julho, atendendo um pedido de entidades que representam o setor produtivo sul-mato-grossense, como Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul ) e Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul).

Jornal Midiamax