Política

Reinaldo pede bom senso para Marquinhos e Santa Casa resolverem diferenças

Pronto Socorro está fechado há 5 dias

Evelin Cáceres Publicado em 07/08/2017, às 14h11

None

Pronto Socorro está fechado há 5 dias

Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) disse nesta segunda-feira (07) que o diálogo e bom senso do prefeito Marquinhos Trad com a Associação Beneficente de Campo Grande, que administra a Santa Casa, restabeleça a abertura do Pronto Socorro do hospital, fechado há cinco dias.

Reinaldo não falou sobre possível falta de repasses do governo e disse apenas que mantém parceria para o término do Hospital do Trauma e ‘investimentos de custeio’.

“A questão do Pronto Socorro é muito mais a relação Prefeitura e Santa Casa, até porque não tem hospital municipal em Campo Grande e precisa demandar aos hospitais públicos. Espero que através do diálogo e bom senso a gente distensione isso para que não parem os taendimentos à população”, opinou.

Fechamento

O objetivo de fechar o Pronto Socorro, segundo a direção do hospital, é dar prioridade aos pacientes que já aguardavam dentro da unidade por atendimento.Reinaldo pede bom senso para Marquinhos e Santa Casa resolverem diferenças

Apesar do portão fechado e o pedido para que a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) regulasse os atendimentos para outros hospitais, a assessoria de comunicação afirma que de zero hora da quinta-feira (3) até as 8 horas de sexta, 20 pacientes graves deram entrada no hospital.

Conforme a assessoria de comunicação da Santa Casa, alguns pacientes apresentaram evolução no quadro de saúde, o que permitiu redução em determinados setores, no entanto, a situação ainda é crítica. O CTI (Centro de Terapia Intensiva) que conta com 93 leitos continua lotado e pacientes esperam por vaga.

A medida é uma forma de pressionar a Prefeitura em relação à contratualização do hospital. O contrato foi encerrado em dezembro de 2016 e desde então, ao menos oito aditivos foram assinados para manter os serviços e o repasse de R$ 20,2 milhões oriundos do governo Federal, Estado e Município.

Jornal Midiamax

☰ Últimas Notícias