Política

PMDB fará pesquisa interna para avaliar rejeição em MS

Filiados querem saber se eleitor quer volta de André

Evelin Cáceres Publicado em 03/05/2017, às 19h45

None
mochi.jpg

Filiados querem saber se eleitor quer volta de André

Conclamada por correligionários, a volta de André Puccinelli (PMDB) às urnas deverá ser um dos itens a ser avaliado junto a população pelo partido até o final de junho, afirmou nesta quarta-feira (3) o presidente da Assembleia Legislativa Junior Mochi.

“Nós queremos saber como está o partido no Estado e uma pesquisa deve apontar isso. Vai ser qualitativa, para ver como estão todos os cenários dentro do partido”, anunciou. De acordo com Mochi, André Puccinelli disse que define até o dia 1º de julho se volta ou não a concorrer, mostrando preocupação com os números.

“A maioria dentro do partido defende a candidatura própria, mas temos que eliminar todas as alternativas e pensar qual seria o primeiro passo para as eleições”, avaliou o presidente da Assembleia.

Questionado sobre aliança com o PSDB e uma possível indicação a vice pela chapa tucana, composição com Reinaldo Azambuja para as eleições de 2018, Mochi desconversou. “Como vocês mesmo disseram, são rumores”.

Mais cedo, andando pelo Camelódromo com o deputado estadual Paulo Siufi (PMDB), Puccinelli afirmou que daria uma resposta sobre a candidatura até 1º de julho, brincando. “Só não disse de que ano”.

Uma aliança com os tucanos vem sido comentada por peemedebistas desde o início do ano. Vice-presidente estadual do partido e marido da senadora Simone Tebet (PMDB), o deputado estadual Eduardo Rocha afirmou que ver com bons olhos a decisão, se o partido não tiver bons quadros para disputar as eleições ao governo em 2018.

Jornal Midiamax