Governo vai dar desconto de ICMS para produtores que aderirem ao Precoce MS

Programa foi lançado nesta segunda-feira
| 17/04/2017
- 20:09
Governo vai dar desconto de ICMS para produtores que aderirem ao Precoce MS

Programa foi lançado nesta segunda-feira

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) juntamente com o secretário da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, lançaram o programa Precoce MS nesta segunda-feira (17). A novidade agora, é que o produtor que aderir ao programa terá desconto no (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), como incentivo.

O secretário explicou que além desse incentivo, todo o processo será feito pela internet. “Para aderir ao Precoce MS primeiro tem que ter um credenciamento da propriedade rural, via web e essa propriedade tem que ter o Cadastro Ambiental Rural”.

Após todas essas especificações e sendo uma novidade no novo programa, foi lançado um aplicativo em que o produtor poderá saber como está seu rebanho e qual o incentivo poderá ter.

“Uma novidade de agora é que lançamos um aplicativo para que o produtor faça uma simulação de seu rebanho. Hoje ele pode ter incentivo em seis níveis, que pode dar a ele até 67% de desconto. Anteriormente tínhamos três classificações e hoje temos seis. A ideia de simulação é saber onde ele pode melhorar e então na hora de pagar seu ICMS ele receberá seu incentivo”, destacou Verruck.

Com relação ao abate já programado, o secretário enfatizou que hoje já tem em torno de 5500 já abatidos dentro deste programa e a meta da secretaria é de 80 mil animais neste ano.  “O nosso objetivo principal é incentivar o produtor e automaticamente termos um produto de maior qualidade”, disse Jaime.

O programa estava parado desde setembro do ano passado até janeiro deste ano. O secretário explicou que essa paralisação foi necessária por que antes era feito toda a análise somente pelo produto e agora será pelo produto e pelo processo. “Tínhamos carne tida como precoce que na verdade não era e nosso intuito é que siso não ocorra mais. O govenador foi criticado por essa paralisação, mas era necessário para aperfeiçoarmos e retornarmos agora com nova modelagem”.

Para o governador este novo programa foi necessário para ser adaptado. “A intenção é incentivar a pecuária de qualidade e com esse incentivo organizar o sistema. Nessa remodelagem ele será mais transparente e duradouro. Nós estávamos com problemas em relação confiança e segurança, por que o antigo não dava segurança necessária e esse novo modelo evita fraudes ou desvio de conduta como aconteceu anteriormente".

Foto: Cleber Gellio/Midiamax

Veja também

Últimas notícias