Política

De olho em 2018, Bolsonaro estuda troca de partido para o novo Muda Brasil

Pré-candidato aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto

Joaquim Padilha Publicado em 05/05/2017, às 11h16

None
deputado_bolsonaro.jpg

Pré-candidato aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) tem acelerado as negociações para trocar do partido social cristão para o Muda Brasil, partido em processo de criação. A intenção é garantir maiores chances de eleição em 2018, enquanto aparece em segundo lugar nas intenções de voto no Brasil.

O deputado não planeja migrar sozinho para o novo partido. ele espera que seus filhos migrem também, dois em disputa na Câmara, e Flávio Bolsonaro no Senado.

A legenda tem como presidente José Renato da Silva (PR), ex-presidente da Câmara Municipal de Suzano, São Paulo. José Renato afirma que já foram entregues 486 mil assinaturas exigidas para que o partido seja criado.

Já entre os financiadores da criação do partido, o principal nome citado é o do ex-deputado Valdemar Costa Neto, condenado no mensalão e investigado na Operação Lava-Jato.

De acordo com José Renato, Valdemar possui forte influência no PR, apesar de não integrar a sigla. Em reportagem no início do mês, do Estadão, José disse que Valdemar “ajuda não atrapalhando”.

À coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o presidente do Muda Brasil não quis antecipar a vinda de Bolsonaro ao partido, mas admitiu que possui ligação com a família do deputado, tendo atuado na prestação de contas do presidenciável em 2014. 

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Jornal Midiamax