Política

Rose sai do cargo de secretaria e diz que é para ‘trabalhar pelo interior’

O acordo era de ficar um ano e três meses no cargo

Diego Alves Publicado em 31/03/2016, às 22h47

None
maracaju-em-foco7bb2ed477e553cfdf5b264bda681274c.jpg

O acordo era de ficar um ano e três meses no cargo

A vice-governadora Rose Modeto (PSDB) que também chefiava a Secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho saiu do comando da secretaria. A saída de Rose da secretaria ainda será publicada no Diário Oficial do Estado.

De acordo com Rose, a licença como chefe da pasta era um acordo que havia sido feito no início do mandato. Ainda segundo a vice-governadora, que é um dos nomes mais cotados para ser candidata à prefeita de Campo Grande, o trato era de ficar um ano e três meses na pasta, para posteriormente poder viajar constantemente ao interior.

As viagens, segundo Rose, são administrativas para dar mais apoio as cidades do Estado. Rose comentou sobre o assunto nesta quinta-feira (31), durante o último ato de filiação do PSDB na Capital que ocorre na Câmara de Vereadores.

Em relação às filiações, mais de 950 pessoas se filiaram ao PSDB em Campo Grande nesta quinta-feira (31), segundo o Secretário Estadual de Administração Carlos Alberto Assis. O último ato de filiação na Capital ocorre com a Câmara de Vereadores da Capital completamente lotada. “Até o final da tarde, 957 pessoas já haviam se filiado”, disse Assis.

Jornal Midiamax