Política

Justiça proíbe propaganda de Bernal que ‘ricularizava’ Rose

Juíza determinou suspensão de propaganda

Ludyney Moura Publicado em 13/09/2016, às 15h57

None
print_rose_modesto.jpg

Juíza determinou suspensão de propaganda

A candidata do PSDB à Prefeitura de Campo Grande, a vice-governadora Rose Modesto, sentiu-se ‘denegrida’ e ‘ricularizada’ por uma propaganda transmitida no espaço reservado ao candidato do PP e atual prefeito, Alcides Bernal, veicula nos dias 9 e 10 de setembro.

Segundo afirmou a defesa de Rose na Justiça Eleitoral, durante o programa de Bernal, uma ‘trucagem e montagem’ foram produzidas para denigrir a tucana.

A juíza que analisou o pedido, da 8ª Zona Eleitoral, Eucélia Moreira Cassal, no material enviado pelos advogados da chapa do PSDB havia ‘indícios de irregularidade’.

Por esta razão, a magistrada suspendeu a veiculação da propaganda impugnada, sob pena de multa de R$ 5 mil por dia de descumprimento.

A defesa de Alcides Bernal tem 48 horas para apresentar defesa. “Decorrido o prazo, com ou sem resposta, o que deverá ser certificado, dê-se vista ao Ministério Público Eleitoral, para parecer no prazo de 24h”, determinou a juíza. 

Jornal Midiamax