Política

Empossado na penúltima sessão do ano, deputado de MS diz ser contra o aborto

‘Vou trabalhar pela família’, alegou

Evelin Cáceres Publicado em 21/12/2016, às 14h03

None
herculano.jpg

‘Vou trabalhar pela família’, alegou

Herculano Borges (SD) assumiu nesta quarta-feira (21), penúltima sessão do ano, a vaga de deputado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul deixada por Angelo Guerreiro (PSDB), eleito prefeito de Três Lagoas.

Em seu discurso, Borges destacou que vai trabalhar em projetos pela família, por ser contra o aborto e no fortalecimento da agricultura familiar junto à bancada federal. “Meu gabinete estará aberto para os movimentos sociais. Vamos dialogar com todos os segmentos e estamos prontos para debater e defender os direitos da população sul-mato-grossense”.

“Estava na expectativa em assumir a vaga desde que o Guerreiro se candidatou em Três Lagoas, era um nome forte, então não me candidatei para disputar a eleição como vereador. Aqui, a responsabilidade é maior, temos que trabalhar pelo Estado todo, mas estou confiante”, relatou.

Guerreiro deixou a vaga antes do previsto para se mudar para Três Lagoas. “Tenho que organizar minhas coisas e a transição para assumir lá”, contou nesta manhã na Assembleia, onde foi para se despedir e desmontar o gabinete nesta manhã.

Perfil

Herculano Borges Daniel nasceu em Campo Grande, tem 42 anos, é casado e possui dois filhos. Formado em Educação Física pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), especializado em Treinamento Desportivo e Teoterapia, ele foi diretor do Colégio CBA/ABC e técnico da seleção de futsal de Mato Grosso do Sul.

Em 2008, disputou sua primeira eleição para vereador de Campo Grande, sendo eleito com 4.078 votos. Em 2012, foi reeleito com 6.194 votos. Em abril de 2013, assumiu  o comando da Secretaria de Estado  da Juventude. Atualmente é presidente municipal e 2º vice-presidente estadual do Partido Solidariedade.

(Foto: Victor Chileno/ALMS)

Jornal Midiamax