“É de chorar de vergonha”, diz Joaquim Barbosa sobre votação do impeachment

Ex-ministro não se diz nem contra nem a favor
| 21/04/2016
- 17:34
“É de chorar de vergonha”, diz Joaquim Barbosa sobre votação do impeachment

Ex-ministro não se diz nem contra nem a favor

 O ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), , utilizou a rede social twitter para desabafar sobre seu descontentamento com a votação do processo de de Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados deste domingo (17). “É de chorar de vergonha! Simplesmente patético”, disse o ex-ministro símbolo do julgamento do mensalão.

A postagem foi feita nesta terça-feira (19) e recebeu mais de 1,5 mil retweets (compartilhamentos do twitter). Sem se pronunciar contra ou a favor do afastamento da presidente, Barbosa reclamou também do teor das justificativas dos votos, em referência a matéria publicada na revista “The economist”. “Anotem: ainda teremos outras razões para sentir vergonha de nós mesmos em toda essa história”, disse o ex-ministro na rede social.

Na votação de domingo, muitos parlamentares favoráveis ao impeachment usaram como justificativa seus próprios familiares, “Deus”, o cristianismo. Até a “família quadrangular” foi citada como justificativa para votar a favor do impeachment, embora o tema da votação fosse a aprovação do relatório de Jovair Arantes (PTB-GO) sobre as pedaladas fiscais do governo Dilma.

Ainda sobre o impeachment, Barbosa escreveu hoje (21) no twitter mais um comentário sobre o processo, sem se dizer contrário nem favorável, mas alertando sobre a necessidade de cautela. “Impeachment é uma bomba! É um mecanismo legítimo, mas traumático; necessário, mas deve ser usado com precisão quase científica”, afirmou o ex-presidente do Supremo.

(Sob supervisão de Ludyney Moura)

Veja também

A medida vale até o julgamento do mérito do requerimento de registro da candidatura, do qual o ministro é o relator

Últimas notícias