Na Câmara, somente Carla Stephanini deixou base

Vereadores do PMDB que decidirem continuar na base de sustentação do prefeito de , Gilmar Olarte, devem se licenciar do partido, disse o Eduardo Rocha (PMDB). Ele afirma que o partido não apoia a administração atual.

Até agora, somente a vereadora Carla Stephanini (PMDB), presidente do diretório municipal do partido, saiu da base e declarou independência.

Do PMDB, continuam na base os parlamentares Loester, Paulo Siufi, Vanderlei Cabeludo, Mario Cesar, Magali Picarelli, Edil Albuquerque (PMDB), que anunciou deixar a liderança de Olarte na Câmara na semana passada.

“Se o PMDB municipal não quiser apoiar, penso que os que optarem por ficar devem se licenciar. A decisão [de apoiar] é de cada um dos vereadores”, disse Rocha.

Edil explicou que assumiu a liderança do prefeito para emplacar os projetos do Prodes, que ficaram travados na gestão anterior. Com a aprovação dos projetos, o parlamentar entende que cumpriu a missão. Por enquanto, Olarte continua sem líder na Câmara; o vereador João Rocha (PSDB) foi o primeiro líder do prefeito.

A deputada estadual, Antonieta Amorim (PMDB), também cobrou dos vereadores do PMDB que apoiam Olarte, que ‘se posicionem favorável à cidade’.