Política

Vereadora aconselha secretário a acompanhar colega e deixar Sesau

Petista reclama de cortes da Prefeitura feitos na pasta de saúde

Midiamax Publicado em 05/05/2015, às 14h40

None
thais_helena.jpg

Petista reclama de cortes da Prefeitura feitos na pasta de saúde

O secretário municipal de Saúde, Jamal Salem, deveria seguir o exemplo da colega da Educação, Ângela de Brito, e deixar o cargo. Esta pelo menos é a opinião da vereadora Thais Helena (PT), durante pronunciamento, nesta terça-feira (5), no qual disse discordar de decisões da Prefeitura para reduzir custos da folha de pagamento.

“Pela história que ele tem com a saúde, deveria entregar o cargo por discordar com o descaso da Prefeitura”, defendeu a petista. Em outro trecho, ela questiona o corte de plantões de funcionários da pasta: “quando há uma crise, a primeira coisa a fazer é cortar comissionados, depois obras menos importantes e, por último, a saúde”.

Ângela pediu para deixar a chefia da Semed (Secretaria Municipal de Educação) alegando que cortes recentes no Executivo inviabilizam sua gestão – a exoneração, a pedido, foi oficializada na segunda-feira (4). Na Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), a Prefeitura também determinou ajustes, como em plantões e benefícios pagos a servidores.

Por enquanto, Jamal segue firme no comando da Sesau. “Continuo como secretário. O prefeito precisa de mim”, disse ele ao Jornal Midiamax horas depois da confirmação da mudança na Educação.

Jornal Midiamax