Política

Sem Marquinhos em reunião, PMDB promete nome de candidato até julho

Marquinhos não foi a encontro para discutir candidatura

Midiamax Publicado em 13/04/2015, às 14h44

None
carla_stephanini.jpg

Marquinhos não foi a encontro para discutir candidatura

Único do partido a declarar-se pré-candidato à Prefeitura de Campo Grande até o momento, o deputado estadual Marquinhos Trad não foi à reunião com a cúpula local do PMDB nesta segunda-feira (13). Os peemedebistas definiram que terão candidatura própria e prometem a definição de um nome até julho próximo.

Segundo a presidente do diretório da Capital, vereadora Carla Stephanini, a reunião desta segunda marca o início do processo de discussão e diálogo para definir a candidatura do PMDB na Capital. Ela diz que as lideranças deliberaram pela intenção de lançar candidatos nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

“Em Campo Grande não é diferente e faremos o mesmo processo de construção”, resumiu a parlamentar. Ela disse que Marquinhos foi convidado, mas não compareceu à reunião.

“Por enquanto, estamos no processo de reorganização do partido”, continua Carla, dizendo que o partido aguarda a manifestação de eventuais pré-candidatos. Além dela, o ex-governador André Puccinelli estava na reunião com o ex-prefeito Nelsinho Trad, senador Waldemir Moka, deputados estaduais Junior Mochi (presidente estadual do PMDB), Eduardo Rocha e Antonieta Amorim, vereadores Mario Cesar (presidente da Câmara da Capital) e Magali Picarelli.

Na saída do encontro, Puccinelli reiterou que não será candidato a prefeito. “Pode ser o Marquinhos, como pode ser qualquer outro”, despistou, dizendo que a definição ocorrerá até julho.

Além de revelar a intenção de ser candidato a prefeito, Marquinhos já disse que pretende deixar o PMDB. Recentemente, ventilou-se a possibilidade de o deputado assumir o PSD, mas o problema estaria no risco de os peemedebistas pedirem, na Justiça, o mandato na Assembleia Legislativa.

Jornal Midiamax