Política

Primeiro escalão tucano vai acumular funções

Riedel vai acumular duas secretarias na gestão de Azambuja

Midiamax Publicado em 05/01/2015, às 12h06

None
reinaldo_azambuja-governadoria-gw9.jpg

Riedel vai acumular duas secretarias na gestão de Azambuja

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) publicou nesta segunda-feira (5), no Diário Oficial do Estado, a nomeação de quatro secretários. Não há novidade nos nomes dos titulares, que já haviam sido empossados, mas, no acúmulo de funções nas secretarias.

Os três nomeados por Azambuja nesta segunda-feira vão acumular função, conforme apontam decretos do governador. O mais atingido será o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel.

Ele ficará responsável por duas pastas, acumulando o Governo com a Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar, que não tinha responsável até o momento.

Carlos Alberto de Assis assume o cargo de Secretário de Estado de Administração e Desburocratização. Mas, também vai desempenhar a função de diretor-presidente da Agência Estadual de Imprensa Oficial.

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck, também vai acumular função. Ele também ficará responsável pela direção do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

Outro que terá muito trabalho é o ex-vereador Athayde Nery. Além de assumir uma pasta bastante extensa: Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, ele também será responsável pela presidência da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.

O acúmulo de função respeita a ordem de Azambuja para o início de governo: economia. Ele já tinha prometido enxugar a máquina e já avisou que ordenou aos secretários que cortem pelo menos 20% dos cargos comissionados de cada pasta.

Jornal Midiamax