Política

Petista é um dos primeiros a visitar Azambuja no início do novo governo

Vander foi um dos primeiros políticos a visitar o novo governador

Midiamax Publicado em 07/01/2015, às 10h36

None
veto.jpg

Vander foi um dos primeiros políticos a visitar o novo governador

Os deputados estaduais do PT nem foram à posse do novo governador, Reinaldo Azambuja (PSDB). O quarteto já anunciou que ficará na oposição. Porém, o deputado federal Vander Loubet (PT) parece não se importar em ter perdido o governo para o tucano, em uma eleição com várias alfinetadas e graves acusações.

O petista foi um dos primeiros políticos a visitar o novo governador. Na segunda-feira ele já estava lá no gabinete, segundo a assessoria do governo, para tratar de questões relacionadas a recursos federais destinados a Mato Grosso do Sul, via Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que ainda estão pendentes em Brasília.

Vander alega que foi procurar o novo governador porque é líder da bancada federal no Estado. Ele apresentou uma planilha com os recursos carimbados das duas primeiras etapas do PAC para Mato Grosso do Sul, totalizando R$ 89 milhões para aplicação em saneamento básico, que deve contemplar 25 municípios. “O Reinaldo é uma pessoa aberta ao diálogo e ao entendimento e, com certeza, terá um excelente relacionamento com a nova bancada. Da minha parte terá todo apoio em Brasília”, disse a assessoria.

O senador Waldemir Moka (PMDB) também foi ao gabinete para dar as boas vindas ao novo governador. O senador, que não foi à posse, também foi ao gabinete para falar sobre os recursos federais pendentes em Brasília.

“Eu e o Reinaldo temos uma longa história de convivência política e estou pronto a ajudá-lo em Brasília, independente de questões partidárias”, disse o senador, que ficou 50 minutos conversando como o novo governador.

Jornal Midiamax