Política

Moradores do Noroeste reclamam de insegurança e falta de infraestrutura

Bairro recebe vereadores na manhã desta quarta

Midiamax Publicado em 20/05/2015, às 14h14

None
sessao_comunitaria_-_wendell.jpg

Bairro recebe vereadores na manhã desta quarta

Falta de segurança, infraestrutura precária e falta de atenção por parte das autoridades. Estas são algumas das reclamações que moradores da região do Jardim Noroeste levam a vereadores de Campo Grande, em sessão comunitária na manhã desta quarta-feira (20).

O secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Valtemir de Brito, o Kako, assiste à sessão comunitária. Representantes de moradores desafiaram vereadores a irem até o bairro à noite: “é impossível andar, há muitos assaltos”, alertou Carlos Henrique Faustino, do conselho de segurança pública da região.

Segundo Faustino, a cidade corre o risco de perder verba federal destinada à implantação de uma praça da juventude no bairro. Ele não especificou o valor, mas disse que o problema estaria na falta de contrapartida por parte da Prefeitura.

“Se o proprietário de um terreno tem que pagar multa por não limpá-lo, por que a Prefeitura também não é multada quando deixa de limpar uma área pública?”, questionou a moradora Valéria Nunes. Outro morador, Moacir da Costa Silva, cobrou regularização fundiária no bairro: “queremos pagar os impostos e andar certinho, mas não fazemos isso”.

Outra reclamação é quanto à falta de manutenção nas vias públicas. Há ruas tão ruins, dizem os moradores, que ficam intransitáveis até para motocicletas.

Além de Kako, a sessão conta com pelo menos metade dos 29 vereadores da Capital. A reunião é na Escola Municipal Senador Rachid Saldanha Derzi.

Jornal Midiamax