Política

Ministro afirma que modelo de gestão está falido e apresenta deficit na previdência

Ele ministrou palestra nesta sexta-feira

Midiamax Publicado em 06/11/2015, às 16h49

None
ministro_nardes_tcu_0611_400x300_cg.jpg

Ele ministrou palestra nesta sexta-feira

Durante palestra em Campo Grande, nesta sexta-feira (6), o ministro do TCU (Tribunal de Contas da União), João Augusto Nardes, afirmou que o deficit na previdência chega a R$ 194 bilhões, o que pode dificultar a aposentadoria de pessoas com previsão de aposentadoria daqui 5 anos, disse. Ele comentou também sobre o atual modelo de gestão, considerado 'falido'.

Nesta sexta, o ministro lançou seu livro “Governança Pública – O desafio do Brasil”, e apresentou palestra sobre gestão pública. “Se a economia continuar assim, não teremos dinheiro para pagar os aposentados. Estamos indo para uma situação de caos”, disse. O ministro é relator do processo que culminou na rejeição pela corte fiscal das contas de 2014 da gestão da Presidente da República, Dilma Rousseff (PT).

Durante sua palestra, João Augusto apresentou dados sobre desonerações e a perda dos municípios e estados de R$ 190 bilhões por conta disso. “Importante discutir o pacto federativo. Não dá para a União concentrar tudo, em detrimento dos estados e municípios”, disse.

Na Capital, o ministro apresentou o livro e comentou sobre novas práticos de governo, em detrimento destas “que estão superadas”. Para ele, é preciso que os governos adotem novas práticas norteadas pelo 'direcionamento, avaliação e monitoramento'.

Segundo ele, os recursos chegam, mas não é bem gerido. “O dinheiro chega, mas prefeito não está preparado para ministrar, contar com pessoal preparado para elaborar o projeto”. O ministro também afirmou não ser um problema tão somente do governo federal, mas 'nacional'. 

Jornal Midiamax