Política

Lama asfáltica: TCE repassará ao MPE informações sobre desvios de recursos

MP investigará contratos com recurso estadual

Midiamax Publicado em 13/08/2015, às 10h28

None
ministerio_publico.jpg

MP investigará contratos com recurso estadual

O TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) vai repassar informações para o MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) sobre os procedimentos relacionados à operação Lama Asfáltica e desvios de recursos públicos.

Segundo o Ministério Público, a parceria com a Corte foi firmada em reunião do Procurador-Geral de Justiça do Estado, Humberto de Matos Brittes, na segunda-feira (10). O MPE decidiu entrar na investigação deflagrada na Operação Lama Asfáltica, da CGU (Controladoria-Geral da União) e da PF (Polícia Federal), que apura suspeita de organização criminosa criada na gestão de André Puccinelli (PMDB), por meio do empreiteiro João Amorim.

Para atuar na apuração, o MPE montou um grupo composto dos promotores de Justiça de Campo Grande Cristiane Mourão Leal Santos, Fabio Ianni Goldfinger e Tiago Di Giulio Freire, sob a coordenação do Promotor de Justiça Thalys Franklyn de Souza, para atuação nos procedimentos em tramitação na 29ª Promotoria de Justiça da referida Comarca, além daqueles que vierem a ser instaurados, a partir de fatos mencionados na operação.

Lama Asfáltica

A operação começou em 2013, envolvendo Polícia Federal, MPF (Ministério Público Federal), CGU (Controladoria Geral da União) e Receita Federal, mas foi tornada pública no começo deste mês, e investiga suposto esquema de desvio de dinheiro público por meio de fraudes em licitações, envolvendo agentes públicos e alguns dos empreiteiros donos de vários contratos milionários com o Poder Público, sendo o principal alvo João Amorim, dono da Proteco Construções.

Jornal Midiamax