Política

Dilma vai a evento de helicóptero e não deve conceder entrevista em MS

Presidente lança pedra fundamental de empresa

Midiamax Publicado em 30/10/2015, às 11h42

None
dilma_e_azambuja_-_minamar_jr.jpg

Presidente lança pedra fundamental de empresa

A presidente Dilma Rousseff (PT) vem a Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (30), quando participará em Três Lagoas do lançamento da pedra fundamental do Projeto Novo Horizonte 2, segunda unidade da empresa Fibria.

A previsão é de que a presidente chegue a Três Lagoas por volta de 9h30, quando será recepcionada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que chega a cidade as 9h15. Do aeroporto eles seguem de helicóptero para a Fibria, sem falar com a imprensa.

Segundo a assessoria do Governo do Estado, não há previsão de entrevista ou de reunião entre a presidente e o governador, que devem se falar apenas no caminho para a fábrica, quando seguirão no mesmo helicóptero.

Esta é a segunda passagem da presidente por Mato Grosso do Sul neste ano. Ela esteve em Campo Grande para a inauguração da Casa da Mulher Brasileira e na ocasião também não falou com a imprensa.

A presidente não está com a popularidade muito em alta e pesquisas revelam uma rejeição superior a 70%. A previsão é de que ela enfrente protestos em Três Lagoas, por conta da paralisação da obra da Unidade Fertilizantes Nitrogenados (UFN-3) em Três Lagoas, por conta da rescisão do contrato com o Consórcio UFN3, deixando dívidas e vários desempregados.

 Fíbria

A Fíbria vai investir R$7,7 bilhões no novo projeto, o que representa um dos maiores desenvolvimentos privados do País com foco em exportação. A segunda linha deverá processar até 1,75 milhão de toneladas de celulose ao ano, elevando sua capacidade total para três milhões de toneladas/ano.

Segundo secretário de Estado e Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, quando entrar em operação o Valor de Transformação Industrial (VTI) da unidade deverá ser de aproximadamente R$ 1,5 bilhão, proporcionando, em relação do PIB industrial atual, um aumento de 10%, e aumento de 2% no PIB estadual. A celulose produzida em Três Lagoas é escoada para mais de 40 países. A previsão é que o Estado tenha crescimento econômico de R$ 25 bilhões nesta nova etapa. A solenidade será realizada às 10h na rodovia BR 158 – Km 298 – Fazenda Barra do Moeda, no município de Três Lagoas.

Jornal Midiamax