Política

Bernal evita rebater vereadores, mas diz que espera afastamento rápido

Prefeito acredita que incerteza no Legislativo prejudica a cidade

Heloísa Lazarini Publicado em 29/09/2015, às 18h26

None
bernal.jpg

Prefeito acredita que incerteza no Legislativo prejudica a cidade

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), preferiu não rebater as críticas dos vereadores contra ele, ditas na sessão desta terça-feira (29). Bernal se limitou a dizer que, a ele, cabe administrar a cidade.

Em relação ao pedido de afastamento de 17 vereadores e de prisão do prefeito afastado Gilmar Olarte e do empresário João Amorim, solicitado pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao crime Organizado) à Justiça, Bernal disse confiar no Poder Judiciário. “Quero que tudo seja resolvido, que tenhamos estabilidade, democracia e que o dinheiro público seja preservado”.

O prefeito acredita que a entrada de novos vereadores na casa de Leis não será prejudicial, e destaca que a incerteza sobre permanência dos vereadores na Câmara pode prejudicar o trabalho do Legislativo. “A Justiça tem que resolver esta questão, e eu confio na Justiça não vejo prejuízom com o afastamento dos vereadores, o que prejudica é a incerteza no Legisaltivo, esse negócio de sai ou não sai, dificulta”.

Jornal Midiamax