Política

Bernal diz que Município está à mercê de vereadores investigados pela polícia

Prefeito espera desdobramentos

Midiamax Publicado em 25/11/2015, às 12h37

None
bernal_la.jpg

Prefeito espera desdobramentos

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), fez críticas aos vereadores ao comentar o retorno do vereador Mario Cesar (PMDB) à Câmara de Campo Grande. O prefeito disse que é preciso analisar do ponto de vista da sociedade e ressaltou preocupação com o fato.

“Fico preocupado porque você vê que trancam a pauta do Legislativo para ajudar os que foram nomeados pelo impostor. Ai você vê que o Município fica a mercê de vereadores flagrados pela Polícia Federal trocando voto por vantagens indevidas”, criticou.

Ao falar do retorno de Mario o prefeito também questionou o repasse mensal de R$ 5,4 milhões que a Prefeitura tem que fazer à Câmara. “Eles recebem R$ 5,4 milhões por mês e a gente com dificuldade para pagar servidores e compromissos que são realmente necessários. Mas, nós confiamos no Poder Judiciário, Ministério Público Estadual e Polícia Federal. Acreditamos nos desdobramentos destas investigações que estão sendo feitas”, concluiu.

Mario Cesar conseguiu retornar à Câmara depois que renunciou à presidência. Agora os vereadores terão que fazer nova eleição para escolher o novo presidente, que pode assumir a prefeitura caso Bernal, que está no cargo por meio de liminar, caia novamente.

Até o momento figuram como principais candidatos os vereadores Flávio César (PTdoB), que ocupa a presidência interinamente, por ser vice, o vereador João Rocha (PSDB) e Paulo Siufi (PMDB). 

Jornal Midiamax