Política

Salário do prefeito será baseado no reajuste dos vereadores de Campo Grande

O presidente da Câmara de Campo Grande, Paulo Siufi (PMDB), declarou na manhã desta quinta-feira (6) que vai aprovar o reajuste salarial do prefeito eleito, Alcides Bernal (PP). Siufi informou que ainda não recebeu o pedido de aumento do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), mas pretende aprovar o reajuste. “Se o Nelsinho não mandar o reajuste […]

Arquivo Publicado em 06/12/2012, às 15h00

None

O presidente da Câmara de Campo Grande, Paulo Siufi (PMDB), declarou na manhã desta quinta-feira (6) que vai aprovar o reajuste salarial do prefeito eleito, Alcides Bernal (PP). Siufi informou que ainda não recebeu o pedido de aumento do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), mas pretende aprovar o reajuste.

“Se o Nelsinho não mandar o reajuste do salário, nós vamos fixar”, declarou Siufi, informando que o reajuste deve ser analisado pelo novo salário dos vereadores, que em 2013 passará de R$ 9.280,00 para R$ 15.031,00.

Siufi revelou que até o próximo domingo (9) deve se reunir com Alcides Bernal e pretende abordar o assunto com ele. “Se não quiser ele pode doar o dinheiro. Mas, entendemos que devemos fixar um reajuste”, declarou Siufi, ressaltando que o prefeito não pode ganhar menos que um vereador. Atualmente, o prefeito de Campo Grande recebe R$ 15,5 mil.

Os vereadores justificam ainda que o salário do prefeito não aumenta há quatro anos e isso tem prejudicado o rendimento dos secretários municipais, que têm o salário baseado no que recebe o prefeito. Segundo os vereadores, o congelamento do salário de Nelsinho fez alguns secretários ganharem menos do que diretores de fundações, que hoje recebem, aproximadamente, R$ 10 mil.

Jornal Midiamax