Política

Equipes de transição só voltam a se encontrar após reunião entre Nelsinho e Bernal

As equipes de transição de Nelsinho Trad (PMDB) e Alcides Bernal (PP) encontraram um jeito de forçar um encontro entre o atual e o futuro prefeito. Em reunião nesta quarta-feira as equipes definiram que só voltaram a se reunir após o encontro entre Nelsinho e Bernal. Na reunião os prefeitos terão que elaborar as agendas dos próximos […]

Arquivo Publicado em 12/12/2012, às 19h41

None
1003433779.jpg

As equipes de transição de Nelsinho Trad (PMDB) e Alcides Bernal (PP) encontraram um jeito de forçar um encontro entre o atual e o futuro prefeito. Em reunião nesta quarta-feira as equipes definiram que só voltaram a se reunir após o encontro entre Nelsinho e Bernal. Na reunião os prefeitos terão que elaborar as agendas dos próximos encontros, já que as equipes pretendem fazer visitas em todas as secretarias das prefeituras, já com indicados de Bernal para cada pasta.

Wanderley Ben Hur, integrante da equipe de Bernal, avalia que a reunião desta quarta-feira foi bastante satisfatória, com apresentação de obras em andamento e recursos pleiteados, incluindo o PAC da Mobilidade e do chamado Pós-PAC, estoque de medicamentos e de materiais da educação, contratos em vigência e de natureza continuada e relatório-resumo de execução orçamentária até segundo quadrimestre. Com os documentos entregues, Ben Hur acredita que ficam faltando apenas saber o porquê da apresentação de licitações de última hora.

Semy Ferraz, integrante da subcomissão de infraestrutura e obras da equipe de Bernal, revela que foram entregues vários documentos sobre obras em Campo Grande, incluindo o que está sendo feito para resolver o problema das enchentes. Na reunião a equipe, segundo Semy, foi informada de que a prefeitura já está resolvendo o problema de enchentes nos bairros Cidade Morena, Jockey Clube e Nhanhá. Todavia, ainda procura solução para os problemas no bairro Santo Antônio e Dona Neta.

O integrante da equipe de transição de Nelsinho, Marcelo Amaral, acredita que após a reunião desta quarta-feira já foram entregues 85% dos documentos necessários para a transição, ficando para trás apenas documentos de ordem financeira e que, por isso, precisam ser entregues no final do ano. Marcelo Amaral entende que a reunião nas secretarias, que depende do entendimento entre Bernal e Nelsinho, é de extrema importância para fazer a interação entre os atuais e futuros secretários, possibilitando a transição.

As equipes de transição já definiram a pauta da reunião dos prefeitos. A relação de assuntos solicitados pela equipe de Nelsinho Trad inclui: uniforme e kit escolar; salário e assuntos relacionados a professores; licitações em curso; convênios, especificadamente os firmados com o MAPA/Frigoríficos (inspeção sanitária); operação de crédito PNAFM; assuntos da secretaria de Assistência Social; Santa Casa e prédio da Câmara.

A equipe de Bernal pediu para que fosse incluída na agenda a dengue; enchentes, transmissão do cargo de prefeito (custos e cerimonial), gestão da comunicação social; aluguel do prédio da Câmara Municipal, contrato com a empresa Águas de Campo Grande; histórico da demanda de remédios de janeiro a julho de 2012; demonstrativo de impacto dos aumentos de pessoal concedidos em dezembro de 2012; políticas aplicadas no primeiro quadrimestre de 2012; relatórios gerenciais dos resultados e ações em curso de combate a dengue; políticas preventivas e corretivas de emergência para o início do período chuvoso e a agenda crítica com informações pontuais relevantes e essenciais para os primeiros dias de governo.

A equipe de transição é composta por indicados de Bernal: cientista político José Luciano de Mattos Dias, engenheiro civil Fausto Matogrosso e contador e fiscal de renda, Wanderley Bem Hur; e indicados de Nelsinho: Marcelo Amaral, Aurenice Rodrigues Pinheiro Pilatti e Ivan Jorge. Também acompanharão a equipe os vereadores Thais Helena (PT), Paulo Pedra (PDT) e o vice-prefeito Edil Albuquerque (PMDB).

Jornal Midiamax