Política

Rigo, antes aliado de Puccinelli, agora é tratado como deputado sem nome no horário eleitoral

“Gravações de um deputado com uma conversa armada, cheia de mentiras.”. Foi com essa frase que o candidato André Puccinelli (PMDB) se explicou sobre o “Escândalo do Parque dos Poderes”. Rigo que antes era aliado de André Puccinelli agora é tratado como um deputado sem nome. Durante o horário eleitoral, o candidato a reeleição falou […]

Arquivo Publicado em 22/09/2010, às 23h12

None

“Gravações de um deputado com uma conversa armada, cheia de mentiras.”. Foi com essa frase que o candidato André Puccinelli (PMDB) se explicou sobre o “Escândalo do Parque dos Poderes”.

Rigo que antes era aliado de André Puccinelli agora é tratado como um deputado sem nome. Durante o horário eleitoral, o candidato a reeleição falou do protagonista do último escândalo político de MS como se fosse um desconhecido.

Para explicar as declarações de Rigo, ele insistiu em dizer que abriu contas e recibos de imposto de renda. Ele já havia dito isso na ocasião do registro de candidatura, quando alegou que seu patrimônio estava declarado. Na ocasião a imprensa, inclusive nacional, divulgou que o patrimônio de Puccinelli havia crescido vertiginosamente nos últimos anos.

Já o programa da coligação “A Força do Povo”, falou sobre impostos.

Nei Braga apesar de garantir que iria mudar o tom do discurso no horário eleitoral, continua usando o espaço apenas para atacar o adversário Zeca do PT e não fazer propostas.

Jornal Midiamax