Política

Eleições 2010: Nelsinho quebra tradição e não vota com André Puccinelli

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), confirmou o voto em Dilma Rousseff à presidência da República neste domingo (31), por volta das 9 horas na escola municipal Severino de Queiroz. Ele esteve acompanhado da primeira-dama Maria Antonieta Trad. No segundo turno, Trad Filho não manteve a tradição de votar acompanhado do governador […]

Arquivo Publicado em 31/10/2010, às 12h19

None

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), confirmou o voto em Dilma Rousseff à presidência da República neste domingo (31), por volta das 9 horas na escola municipal Severino de Queiroz. Ele esteve acompanhado da primeira-dama Maria Antonieta Trad.


No segundo turno, Trad Filho não manteve a tradição de votar acompanhado do governador André Puccinelli, que pediu votos para José Serra (PSDB) durante toda a campanha. Questionado sobre o motivo desse costume ter sido abandonado hoje, o prefeito disse que Puccinelli “não tem hora para votar”. O governador já havia votado uma hora antes, na escola estadual Lúcia Martins Coelho.


Para o prefeito, o governo de Dilma Rousseff vai representar o melhor para Campo Grande, e também a continuidade de projetos e obras federais que chegam a R$ 400 milhões na capital. “Seria um retrocesso muito grande sem esse projeto de governo para os municípios”, declarou.


Sucessão


Trad Filho comentou que pensa em discutir apenas futuramente a sucessão municipal ao lado do governador – a quem chamou de principal liderança de seu partido. “Primeiro temos que concluir o que começamos na prefeitura, organizando e planejando muitas obras para o próximo prefeito”, disse.

Jornal Midiamax