Foi identificado como Ivan Pizzinatto, de 59 anos, a segunda pessoa que morreu no acidente envolvendo 3 veículos, na BR-163, nos fundos do bairro Moreninhas, em Campo Grande, no último domingo (12). Enio Francisco Mai, de 60, o caminhoneiro que morreu carbonizado.

O irmão de Ivan compareceu na e informou que fez confronto com as digitais da vítima, já que devido à situação não foi possível realizar o reconhecimento formal.

Ivan era motorista da Fiat Toro e segundo apurado teria tentado fazer uma ultrapassagem indevida. Ele seguia sentido Bosque dos Ipês. Ao fazer a ultrapassagem de uma carreta, o motorista se deparou com outro caminhão que vinha no sentido oposto.

O motorista do caminhão de tentou ‘tirar’ o veículo para o acostamento quando acabou batendo na carreta que estava carregada com frutas e no Fiat Toro que fazia a ultrapassagem. Com a colisão, a carreta com milho pegou fogo e o caminhoneiro acabou morrendo carbonizado.

Uma mulher, de 36 anos, e um menino, de 12, que estavam no Fiat Toro, foram socorridos em estado grave para a Santa Casa. O motorista da carreta de frutas sofreu fraturas no fêmur e foi socorrido pela equipe da CCR MSVIA.

O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor.

Saiba Mais