Uma imprudência teria causado o acidente envolvendo duas carretas e um Fiat Toro na tarde deste domingo (12) na BR-163, nos fundos do bairro Moreninhas, em Campo Grande. No acidente, um caminhoneiro morreu carbonizado e o motorista do Fiat morreu decapitado- a cabeça quase arrancada do pescoço.

De acordo com o Tenente Moura, do Corpo de Bombeiros, esse é mais um dos frequentes acidentes causados por imprudência de condutores em Campo Grande. “O que chama a atenção é a imprudência, que é corriqueira, tem sido bastante frequente este tipo de acidente”, afirma.

Ainda, de acordo com o tenente, o acidente acabou causando uma explosão que tomou conta da vegetação às margens da rodovia e precisou de aproximadamente 20 mil litros de água para ser contida. 

(Jennifer Ribeiro, Jornal Midiamax)

O trânsito no trecho está completamente parado e não há previsão de quando possa ser liberado para o tráfego de veículos. Os bombeiros aguardam liberação da perícia para retirar o resto de material que ainda está queimando no local, com ajuda da CCR.

Além dos bombeiros, viaturas da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Polícia Civil, estão no local.

O acidente

Informações são de que o motorista do Fiat Toro teria tentado fazer uma ultrapassagem indevida. Ele seguia sentido Bosque dos Ipês. Ao fazer a ultrapassagem de uma carreta, o motorista se deparou com outro caminhão que vinha no sentido oposto. 

O motorista do caminhão de tentou ‘tirar’ o veículo para o acostamento quando acabou batendo na carreta que estava carregada com frutas e no Fiat Toro que fazia a ultrapassagem. Com a colisão, a carreta com frutas pegou fogo e o caminhoneiro acabou morrendo carbonizado.

A mulher, de 36 anos, e a criança, de 12, que estavam no Fiat Toro, foram socorridas em estado grave para a Santa Casa. O motorista da carreta de frutas sofreu fraturas no fêmur e foi socorrido pela equipe da CCR MSVIA.

Saiba Mais