Polícia / Trânsito

Destruição choca quem passa por onde casal morreu no carro incendiado em Campo Grande

Casal ficou preso às ferragens e carro acabou pegando fogo

Thatiana Melo e Dayene Paz Publicado em 19/07/2021, às 08h57

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

Moradores da região da Avenida Panambi Vera, onde aconteceu o acidente que acabou na morte de Cristian Lucas Lopes, ficaram chocados com a violência do acidente que destruiu um poste de energia, fazendo com que os moradores nas proximidades deixassem as residências devido ao risco de explosão, já que havia uma revenda de gás próximo ao local.

A vendedora, Maria Ivani de 39 aos, disse ao Jornal Midiamaxque ficou chocada com o acidente. “Estou chocada até agora. O carro pegou fogo e as chamas chegaram na janela de casa”, disse a moradora, que ao sair viu o casal prensado dentro do veículo. 

Populares ajudaram a apagar as chamas do veículo antes da chegada dos bombeiros. Segundo a vendedora, todos os moradores da região tiveram de evacuar a área por causa do risco de explosão. Ela disse estar sem água e energia desde o acidente que aconteceu por volta das 23 horas deste domingo (18). 

“Se não fosse o muro, ele teria invadido a minha casa”, disse Maria. Cerca de três padrões de energia e dois hidrômetros foram destruídos pelo impacto da batida. 

O acidente

Antes de bater o carro que estava dirigindo, um Saveiro, de cor prata, Cristian Lucas Lopes havia sido expulso de uma tabacaria na rua Manoel Joaquim Moraes, próximo à Avenida Panambi Vera, onde aconteceu o acidente. Um amigo de Cristian foi até o local do acidente.

Segundo esse amigo, ele estava na tabacaria quando foi expulso do local em visível estado de embriaguez na companhia de uma mulher. Cristian perdeu o controle da direção e bateu em uma grade de um estabelecimento de revenda de gás, sendo que depois bateu em um poste de iluminação, que acabou ficando pendurado com o impacto.

Com a batida, o carro acabou pegando fogo e populares que passaram ajudaram a apagar as chamas com extintores até a chegada do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar. Foi necessário o uso de desencarcerador para a retirada das vítimas do carro. Não se sabe por que Cristian foi expulso do local. A frente do carro ficou destruída e o casal acabou morrendo no local. A mulher ainda não foi identificada já que estava sem documentos.

Jornal Midiamax