O adolescente, de 17 anos, acusado de roubar um motorista de aplicativo na madrugada deste sábado (14) teria ficado paraplégico após ser internado na Santa Casa, segundo informações policiais. O carro que ele havia acabado de roubar, bateu no meio fio e capotou, após policiais do Batalhão de Choque atirarem contra os pneus, durante perseguição.

Conforme informações da assessoria de imprensa da Santa Casa, o não pode repassar informações sobre pacientes que estão sob escolta policial, e não confirmou nem negou os fatos. Contudo, segundo policiais, a informação foi repassada pelo médico responsável pelo adolescente.

O assalto ocorreu por volta das 4h, quando o motorista de aplicativo recebeu uma chamada para uma corrida até o Jardim Noroeste, quando o adolescente entrou no carro pediu para que o motorista fosse até a casa dele para pegar um dinheiro para ir a uma festa no Jardim Itamaracá, sendo que no meio do caminho o autor, que estava armado com uma faca, anunciou o assalto mandando que a vítima saísse do veículo.

Populares viram a cena e acionaram a polícia. Equipes do Batalhão de Choque saíram em perseguição ao bandido. Tiros tiveram de ser disparados contra os pneus, o que fez com que o ladrão perdesse o controle batendo no meio-fio do canteiro capotando com o carro durante a fuga.

Com o capotamento, pedaços do veículo acabaram espalhados pelo canteiro da avenida. Um adolescente acabou apreendido e encaminhado para a delegacia. O motorista de aplicativo havia comprado o carro há 1 semana para trabalhar e não tinha seguro.