Polícia / Trânsito

Acidente entre bitrem com 50 toneladas de milho e caminhão boiadeiro mata 10 animais de leilão

Nenhum dos motoristas se feriu gravemente; um deles teve só escoriações na perna

Renan Nucci de Danielle Errobidarte Publicado em 02/06/2021, às 17h02

Imagem mostra um dos animais morto às margens da BR-163 após acidente
Imagem mostra um dos animais morto às margens da BR-163 após acidente - Danielle Errobidarte
[Colocar ALT]
Compartimento onde estavam os animais foi destruído. Foto: Danielle Errobidarte

Acidente entre uma carreta bitrem com 50 toneladas de milho e um caminhão boiadeiro, ocorrido na tarde desta quarta-feira (02), na rodovia BR-163, em Campo Grande, terminou com dez cabeças de gado mortas. Apenas dois dos animais, que seriam leiloados, puderam ser salvos. Nenhum dos motoristas se feriu com gravidade. 

Conforme apurado, o condutor da bitrem, de 33 anos, alegou que carregou no Mato Grosso e estava de passagem por Mato Grosso do Sul, sentido ao município de Campo Mourão, no Paraná. Ele conta que estava com a esposa e um bebê, rumo a Nova Alvorada do Sul, onde passaria a noite para prosseguir viagem no dia seguinte.

No entanto, logo após o pontilhão, na saída para São Paulo, percebeu o caminhão boiadeiro vindo na direção oposta da 163, sentido Campo Grande. O motorista do bitrem disse que o condutor do boiadeiro perdeu o controle da direção e invadiu a pista. “Não sei o que houve, porque não tinha ninguém nem na minha frente e nem na frente dele”, relatou.

Ele conseguiu direcionar o bitrem para o acostamento à direita, evitando uma colisão frontal direta. No entanto, o boiadeiro bateu no último vagão da carreta, derrubando parte da carga. No bitrem, ninguém se feriu. Porém, o condutor do boiadeiro teve escoriações na perna. Dez dos dos 12 animais morreram e foram doados para a população. Quem passava pela rodovia, pôde levar algum animal para consumo.

A vítima foi socorrida e encaminhada ao hospital.

Carga de milho ficou parcialmente esparramada pela via. Foto: Danielle Errobidarte

Jornal Midiamax