Polícia / Trânsito

Por falta de acompanhantes, vítimas de acidente na BR-163 continuam internadas

Algumas já podem ser liberadas

Midiamax Publicado em 12/08/2015, às 22h38

None
acidente.jpg

Algumas já podem ser liberadas

Das oito vítimas que estão internadas no Hospital Maternidade Bezerra de Menezes, em Mundo Novo, a 462 quilômetros de Campo Grande, algumas devem receber alta médica, entretanto, são necessários que acompanhantes estejam no local, pois os pacientes ainda estão debilitados, conforme informações da unidade de saúde para a equipe do Jornal Midiamax. As vítimas são algumas das que foram socorridas no acidente que ocorreu na manhã da terça-feira (11), na BR-163, onde outras quatro morreram.

Sete vítimas são da família de Sapiranga (RS), que seguiam em dois carros para um casamento em Maracaju. São eles: Salete, Tatiane Fernando, Eduardo, Matheus, Waldir e uma criança. Também está no hospital José Marcos, que é de Cuiabá e que pediu a transferência para Campo Grande.

Os outros feridos no acidente estão internados no Hospital da Vida, em Dourados, e na Santa Casa de Naviraí. Entretanto as instituições não forneceram informações sobre eles.

Os advogados de defesa do motorista que teria provocado o acidente já pediram a liberdade do rapaz, porém, até o momento o juiz de Iguatemi, onde segue preso o homem, não respondeu ao recurso.

Acidente

Segundo a Polícia Civil, a o acidente foi causado por um caminhão desgovernado que atingiu outros sete veículos que estavam parados na rodovia. No momento da colisão vários veículos esperavam a pista ser liberada pela CCR MSVia, que realiza obras no local.

De acordo com o delegado Thiago de Lucena e Silva, da Delegacia de Polícia Civil de Eldorado, um caminhão carregado de massa asfáltica, que seguia no sentido Eldorado/Mundo Novo, não conseguiu parar e atingiu os veículos da fila.

Jornal Midiamax