Polícia / Trânsito

Onze pessoas morrem em acidente de balão

Onze pessoas morreram depois que um balão de ar quente caiu na cidade rural de Carterton, na Nova Zelândia. Testemunhas dizem que o balão atingiu cabos elétricos e foi tomado pelo fogo, antes de chegar ao solo. – O cesto estava em chamas, e eu vi algo segurando ele para baixo. Parecia uma corda, mas, […]

Arquivo Publicado em 07/01/2012, às 18h46

None

Onze pessoas morreram depois que um balão de ar quente caiu na cidade rural de Carterton, na Nova Zelândia. Testemunhas dizem que o balão atingiu cabos elétricos e foi tomado pelo fogo, antes de chegar ao solo.


– O cesto estava em chamas, e eu vi algo segurando ele para baixo. Parecia uma corda, mas, quando eu cheguei perto, vi que eram cabos de energia elétrica presos no cesto – disse Bevan Lambess, que estava dirigindo no local no momento do acidente.


Cinco casais da capital Wellington e um piloto estavam a bordo do balão, mas nenhum deles sobreviveu. O comandante da polícia Mike Rusbatch disse que duas pessoas teriam pulado do cesto para tentar se salvar do fogo. Segundo testemunhas, as chamas teriam alcançado até 10 metros de altura. O céu estava sem nuvens, e não havia vento no momento do incêndio. Uma comissão vai investigar o acidente.


A única vítima identificada foi Lance Hopping, o piloto e dono do balão, informou a agência de notícias AP. Hopping era considerado um balonista com muita experiência. O acidente da sexta-feira é o pior desastre aéreo da História da Nova Zelândia desde 1979, quando um avião de uma companhia neozelandesa caiu na Antártica, matando 257 passageiros.


Da Agência O Globo

Jornal Midiamax