Brasileiro de 48 anos, que atuava como pastor evangélico na cidade de Santa Rita, no Departamento do Alto Paraná, no Paraguai, foi nessa sexta-feira (16). Ele era procurado por abuso sexual contra crianças.

O pastor foi condenado a 32 anos de prisão, por crimes cometidos na cidade d Manguerinha, no Paraná. O caso foi relatado por autoridades brasileiras.

O foragido da Justiça brasileira foi localizado por meio de uma coordenada promotor Alberto Torres.

Após a prisão e também os trâmites burocráticos, o pastor foi entregue à brasileira em Foz do Iguaçu.