Um motorista, de 54 anos, foi preso em flagrante com um Nissan/Kicks, de cor prata, roubado, com vidros, chassi, etiqueta e motor adulterados, na BR-262, em Água Clara, a 193 km de Campo Grande, na tarde da última segunda-feira (12).

A prisão foi realizada pela equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal), que estava em fiscalização pela rodovia. Durante abordagem, o motorista disse que teria comprado o carro recentemente de um conhecido em São Paulo por R$ 70 mil, parcelado em 20 vezes de R$ 700.

O homem ainda disse que o vendedor seria motorista de aplicativo em SP e não seria o dono do veículo

Diante das versões inconclusivas dadas à polícia, a equipe identificou indícios de adulteração no carro, sendo vidros, chassi, etiqueta e motor. Então, foi constatado que o carro possui registro de roubo no Rio de Janeiro em 14 de abril de 2021, conforme boletim de ocorrência.

Informado sobre a identificação do carro, o motorista mudou a versão e disse que teria encontrado o Nissan/Kicks através de anúncio na internet. Ele relatou que teria pago aproximadamente R$ 35 mil, entregando um carro de R$ 29 mil e mais de R$ 6 mil. À polícia, o motorista também alegou que o valor seria abaixo do praticado no mercado por ser carro com ‘passagem por leilão’. 

Com isso, o homem responderá pelo crime de receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. O carro foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil.