Uma moradora que presenciou o homem, de 35 anos, sendo ferido a tiros na frente de casa no Universitário, em Campo Grande, na manhã deste sábado (13), foi ameaçada pelo atirador. O crime aconteceu às 8h32 da manhã e o atirador estava em um Fiat Palio, de cor prata.

No local, uma senhora contou ao Jornal Midiamax que ouviu o barulho dos tiros e, ao sair para ver o que aconteceu, se deparou com a vítima ferida caindo no chão. Segundo ela, uma moradora que passava pela rua no momento dos disparos teria sido ameaçada pelo atirador caso chamasse a polícia. 

Em seguida, a mulher saiu gritando por socorro e os vizinhos saíram de suas casas para acionar o resgate. 

A suspeita é de que o homem teria saído de sua casa para colocar o lixo na calçada quando foi baleado, porém, não há lixeiras em frente a residência. A distância de onde ele foi ferido até sua residência é de 25 a 30 metros. 

Um dos disparos efetuados em direção à vítima atingiu uma árvore. A parte atingida foi recolhida pelas autoridades policiais para investigação. 

Na rua onde ocorreu a tentativa de homicídio, tem marcas de sangue e a camiseta da vítima. 

O caso deve ser investigado pela polícia.

Tentativa de homicídio

Na manhã deste sábado (13), o atirador efetuou três disparos que atingiram o braço esquerdo e o rosto da vítima, fugindo em seguida.

O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Santa Casa. Ainda no local, ele disse à polícia que conhece o atirador e que o mesmo mora no Guanandi.

A PM (Polícia Militar), Civil e Perícia Científica foram acionadas para realizar os levantamentos.

(Leitor Midiamax)