Um morador de Corumbá, distante cerca de 429 quilômetros de , é investigado pela PF () por armazenar conteúdo de de crianças e adolescentes. A ação ocorre no âmbito da Operação Nicolau I, deflagrada nesta terça-feira (23).

O homem pode pegar até quatro anos de prisão. Conforme a PF, os policiais cumprem um mandado de busca na residência, expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Corumbá.

O autor armazenava vídeos e fotografias de abuso sexual infantil na casa dele. O autor responderá pelo crime contido no artigo 214B do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), que criminaliza a aquisição, posse ou armazenamento, por qualquer meio, de registro que contenha cena de explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.

Na última quarta-feira (17), a Operação Rede Limpa VII da PF foi deflagrada com o objetivo de combater o abuso sexual infantil. Um residente de também armazenava o conteúdo em casa.