Adriano Fretes Duarte, de 31 anos, foi morto pelo primo com golpes de no peito durante confusão em um alojamento, na noite de sábado (3), na Vila Amélia, em . O autor foi preso em pela Polícia Militar.

Informações policiais apuradas até o momento e publicadas pelo site MS News indicam que o crime aconteceu durante uma briga envolvendo os dois parentes. No local, estavam 13 paraguaios contratados para trabalhar em uma fazenda da cidade.

A PM (Polícia Militar) foi acionada para atender a um suposto suicídio e no local encontrou a vítima caída na varanda da casa. No corpo havia vários ferimentos causados por faca. O grupo de paraguaios foi levado para a delegacia e durante o interrogatório o autor assumiu o crime.

A faca usada no homicídio foi apreendida. Durante depoimento na delegacia de Nioaque, o suspeito disse que matou Adriano após ele dar um tapa no rosto de seu pai.