Ainda sem conseguir descobrir os autores do assalto ao carro-forte com explosão que deixou dois mortos e um ferido, a Polícia Nacional do agora está à procura de moradores que teriam pegado notas que foram espalhadas na pista.

O assalto ao veículo de transporte de valores aconteceu na quarta-feira (8) em General Delgado, no departamento de Itapúa, e envolveu um grupo formado por mais de 10 criminosos. Um dos assaltantes foi morto em troca de com policiais paraguaios.

Como os bandidos usaram muita dinamite, além de destruir o carro forte, grande parte do acabou queimada na explosão. Sacos de dinheiro foram destruídos e espalharam cédulas pelo chão. Algumas delas foram recolhidas por moradores que passavam pelo local.

Segundo a legislação paraguaia, apropriar-se de valores pertencentes a terceiros pode resultar em prisão de 5 a 10 anos. Com isso, a Polícia Nacional fez buscas na região para saber quem teria recolhido dinheiro da explosão.

Saiba Mais