Nesta quarta-feira (15), homem de 69 anos que se apresenta como sargento do Exército Brasileiro, foi preso em por dirigir embriagado em Maracaju, a 160 quilômetros de Campo Grande. Ele ainda ameaçou as vítimas e disse que ‘não daria em nada’, por ser militar.

Conforme o registro policial, a motorista da Strada seguia pela Rua Major Carlos da Silva, quando foi atingida pelo Passat, conduzido pelo suspeito. Ele seguia pela Rua Vacaria e atingiu a lateral do carro da vítima ao invadir a contramão.

Ainda segundo a vítima, o suspeito parecia estar embriagado e passou a fazer ameaças ao filho dela, dizendo “Esse tipo de povo tem que amanhecer tudo morto, com um monte de tiro na cabeça”.

Então a foi acionada e o homem se apresentou como sargento do Exército. Ele ainda disse que a culpa era das vítimas e confirmou que havia bebido. O teste de bafômetro resultou em 0,94 mg/l.

Preso em flagrante, o sargento ainda afirmou que “não daria em nada”, porque ele “tem conhecidos na polícia”. No entanto, foi preso em flagrante por dirigir embriagado e por utilizar da função pública para se eximir de obrigação legal ou obter vantagem ou privilégio indevido.