Moradores e comerciantes do Pioneiros, em Campo Grande, estão apavorados com a quantidade de furtos e assaltos registrados nos últimos dias. Somente na noite de sábado (26), duas motos foram roubadas no bairro. Dois amigos foram abordados por bandidos armados, que roubaram as duas motocicletas e, ainda, levaram o celular de uma das vítimas.

Sem se identificar, uma das vítimas disse que o veículo era novo, uma Titan Fan, ano 2023, e que havia ‘acabado de comprar' para usar principalmente para trabalhar. Além do susto quando foi abordado na frente de casa, teve um prejuízo de R$ 18 mil. De acordo com a vítima, a PM (Polícia Militar) foi acionada, realizou rondas no Pioneiros e região, mas até o momento ninguém foi preso.

Além de roubos, série de furtos no Pioneiros

Em uma mecânica, na Rua Francisco dos Anjos, na sexta-feira (25), foram furtados dois pneus, no período da tarde, enquanto um funcionário trabalhava e o dono limpava o estabelecimento. “Muitos usuários de drogas e alcoólatras estão passando aqui na frente, encarando a gente até durante o dia. E sempre vejo alguns passando de tornozeleira eletrônica por aqui também”, disse o dono da oficina.

O mecânico, que preferiu não ser identificado, disse que os pneus ficavam expostos sem estarem amarrados, mas agora precisou usar ‘corrente presa a um cadeado' para evitar novos prejuízos. Como cada pneu novo custa R$ 200, o prejuízo foi de R$ 400.

Insegurança no comércio no bairro Pioneiros (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Este é o segundo endereço em que ele trabalha e tem negócios no Pioneiros. Somando os dois locais, são 10 anos no bairro, mas, segundo o mecânico, só agora – ‘de uns meses pra cá' -, os casos de furto estão acontecendo com maior frequência.

Perto dali, em uma loja de femininas, houve uma tentativa de furto na madrugada da quinta-feira passada (24). As imagens das câmeras de segurança registraram dois suspeitos com barras de ferro tentando arrombar a porta e invadir o local.

Grades reforçadas no comércio do bairro Pioneiros (Nathalia Alcântara, Midiamax)

“Eu ouvi o barulho quando um deles derrubou a barra de ferro e o cachorro começou latir. Aí, fui olhar as câmeras de segurança e acendi as luzes, eles ficaram em alerta, mas só foram embora quando ouviram o barulho das travas do portão que eu ativei”, contou a empresária, que também preferiu não se identificar. A dona da loja acionou a PM (Polícia Militar), que chegou rapidamente ao local.

Os militares realizaram rondas e prenderam dois suspeitos, que estavam com barras de ferro e objetos que haviam acabado de furtar, como um condensador de ar-condicionado e relógio de de uma das casas do bairro. Os suspeitos foram localizados pela polícia no Village Parati 4, na mochila deles estavam, ainda, vários fios de energia furtados e facas.

Veja o vídeo dos suspeitos tentando invadir a loja


A empresária entrevistada mora no bairro desde quando era criança e notou que, principalmente nos últimos seis meses, houve aumento na quantidade de pessoas reclamando de furtos e roubos no Pioneiros.

Outra reclamação dos moradores é que, ali nas imediações da Rua Francisco dos Anjos, virando à esquerda, tem uma área de mata que sai nos fundos do Village Parati e que essa seria uma das rotas de esconderijo ou de fuga dos bandidos.

O que diz a Polícia Militar

De acordo com a Assessoria de Comunicação da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), o patrulhamento é realizado diuturnamente na região informada, por meio do 10º Batalhão da PM e das Unidades Especializadas, como Bope (Batalhão de Choque), entre outros. 

Ainda segundo a Assessoria da PM, rondas preventivas e abordagens policiais ocorrem diariamente em todos os bairros da Capital, inclusive na região do Pioneiros, e que o policiamento é realizado com base na análise de ‘dados estatísticos, extraídos dos Boletins de Ocorrências e dos atendimentos à comunidade local'.

Por isso, reforçou a PM, é ‘imprescindível que os moradores repassem as informações às equipes policiais ou registrem eventuais crimes na da região'. A nota diz ainda que a área tem sido patrulhada constantemente e as viaturas monitoradas em tempo real, com rondas programadas conforme a ‘mancha criminal e conforme solicitações que chegam ao quartel da região'.

Ainda de acordo com a PM, os furtos e roubos tiveram redução . De janeiro a agosto de 2022 foram registrados 23 roubos e 68 furtos. Em 2023, 13 roubos e 58 furtos. A informação da PM termina explicando que, após a ocorrência dos delitos, cabe à Polícia Civil a apuração das infrações penais.