Foi concedida liberdade provisória ao homem de 34 anos, preso no domingo (19) por fornecer bebidas alcoólicas a um adolescente de 17 anos, em . O jovem é suspeito de forjar o próprio sequestro para a .

Conforme determinado na audiência de custódia, o suspeito fica em liberdade, devendo cumprir medidas cautelares. Assim, não pode frequentar bares e deve cumprir recolhimento domiciliar noturno.

Inicialmente foi arbitrada fiança de R$ 3 mil pelo delegado plantonista, mas não foi necessário pagamento.

Preso em flagrante

A mãe do adolescente informou que ele estava desde o sábado (18), era usuário de drogas e tomava remédio controlado. Ainda disse que recebeu mensagem na rede social, informando sobre o sequestro do jovem.

Depois, recebeu uma ligação também relatando o suposto sequestro. Então, os policiais do 11º BPM (Batalhão da Polícia Militar) foram até a casa do suspeito. Lá, o localizaram junto à vítima e mais um rapaz.

No momento em que os militares entraram na casa, constataram que não se tratava de sequestro. Isso porque os três estavam sentados no sofá da sala, bebendo e fazendo uso de drogas.

Apesar das mensagens, o adolescente negou que tenha forjado o sequestro. O homem que estava com ele também negou, mas testemunha confirmou que o jovem esteve todo o tempo com o celular.

Também foi feito teste do bafômetro no adolescente, que constatou 0,44mg/L. Os três envolvidos foram conduzidos para a delegacia.

Saiba Mais