Um homem de 34 anos foi preso neste domingo (19) e um adolescente, de 17, apreendido, suspeitos de forjarem um sequestro, no Bairro Nova Lima, em Campo Grande. Quando os policiais militares chegaram à casa, encontraram a suposta vítima junto ao suspeito e uma terceira pessoa, ingerindo bebida alcoólica e fazendo uso de drogas.

A mãe do adolescente informou que ele estava desaparecido desde o sábado (18) e que era usuário de drogas e tomava remédio controlado. Ela informou ter recebido uma mensagem do suspeito, por rede social, informando que seu filho havia sido sequestrado. Em seguida, ela recebeu uma ligação dizendo o mesmo, mas bloqueou o número.

Os policiais do 11º BPM (Batalhão da Polícia Militar) foram até a casa do suspeito e o localizaram junto à vítima e mais um rapaz. No momento em que os militares entraram na casa, constataram que não se tratava de sequestro, já que os três estavam sentados no sofá da sala, ingerindo bebidas alcoólicas e fazendo uso de drogas.

Com o suspeito foram localizadas cocaína e maconha, além de uma garrafa de vodka e latas de cerveja. Já o adolescente foi encontrado com o celular do suspeito e alegou que não foi ele quem teria enviado as mensagens a sua mãe.

O suspeito também negou ser o autor das mensagens, mas a terceira pessoa na casa informou que desde a manhã de domingo (19) o adolescente estava com o celular utilizado. O adolescente realizou teste do bafômetro, que constatou 0,44mg/L.

Os três foram conduzidos para a delegacia. O homem de 34 anos teve fiança arbitrada no valor de R$ 3 mil para responder ao processo de fornecer bebida alcoólica e droga para adolescente e porte de drogas para consumo pessoal, em liberdade.

Entretanto, por meio da advogada de defesa, ele afirmou não ter condições de pagar o valor e foi pedido pela liberdade provisória. Ele deve passar por audiência de custódia nessa segunda-feira (20).