O homem de 35 anos, acusado de sequestrar e ameaçar um pedreiro para fazer serviço de construção em sua chácara no dia 6 de fevereiro, foi preso nesta quinta-feira (9) por policiais do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a a Banco, Assaltos e Sequestros) em , a 70 quilômetros da Capital. Contra ele havia um mandado de preventiva.

Conforme informado pela Polícia Civil, duas pessoas foram vítimas de extorsão quando o suspeito, de 35 anos, natural da cidade de Sidrolândia, teria apontado uma para elas e conseguido sequestrar uma das vítimas. Ela ainda foi agredida com socos e coagida a realizar um serviço de construção na chácara do suspeito, já que a vítima trabalha com construção civil.

Duas armas foram encontradas com o suspeito em sua residência. (Foto: Divulgação/ PCMS)

Em seguida, após as agressões e ameaças com a arma, a vítima foi solta pelo suspeito e procurou a polícia. Foi pedido pela prisão preventiva dele, sendo deferida pelo juiz.

Junto à Polícia Civil de Sidrolândia, foi possível localizar o suspeito, que estava com dois revólveres, um calibre 38 e outro calibre 22, no interior de sua casa. Além disso, a caminhonete que possivelmente teria sido utilizada no crime foi apreendida. O preso permanece custodiado no Garras.