Por meio de uma diligência feita por agentes do Departamento Antinarcóticos do , foram encontrados 750 quilos de maconha abandonados em uma residência na cidade de Capitán Bado, fronteira com .

A droga estava embalada em 38 pacotes e segundo informações policiais, deveriam ser entregues no Brasil. Além disso, havia informações de um traficante estaria no local e seria o responsável pelo entorpecente.

A ação da polícia paraguaia foi acompanhada pelo promotor Celso René Morales e contou com o apoio de agentes da Quarta Delegacia de Polícia Judiciária. Até o momento nenhuma pessoa foi detida.