Policiais federais de se mobilizam na manhã desta quinta-feira (15) na Superintendência da PF, com objetivo de chamar atenção do para que Ministério da Gestão e Inovação destrave a pauta de reestruturação da categoria. 

Leonardo Corniglion do Sinpef-MS (Sindicato dos Policiais Federais em MS) explicou que a pauta é federal e acontece no país todo simultaneamente. “É um projeto que foi o compromisso do governo de fazer a reestruturação da carreira da Polícia Federal”, disse.

Corniglion afirma que houve uma minuta feita pela Direção Geral com Ministério da Justiça e seguiu para o Ministério da Gestão e Inovação, onde permanece desde o primeiro semestre. “É uma coisa que já devia estar encaminhada dentro da Lei de Diretrizes Orçamentárias, dentro da Lei Orçamentária e que está parada lá. Já fizemos uma manifestação no dia 26 de outubro. O Presidente já impulsionou a equipe econômica para fazer, só que até então nada foi feito. O tempo está passando e a gente sabe que tem prazos orçamentários para que isso seja realizado”, disse.

Há uma reunião agendada para o dia 28 de novembro, mas para a categoria a data está muito em cima e corre o risco de não conseguirem.

A manifestação que conta com a presença de diversos agentes da Polícia Federal, entre eles, investigadores, peritos, administrativos e delegados, é para que seja destravada a demanda. “A PF tem 80 anos e até hoje não temos uma lei orgânica, hoje estamos dando o primeiro passo ali para estruturar através de legislação. Não vai ser uma medida só, mas é a primeira, mas que depende de medidas orçamentárias porque envolve escalonamento de classes, tudo isso envolve parte orçamentária”. 

A expectativa é que as medidas sejam aprovadas ainda neste ano. “A gente sabe que o tem milhões de assuntos para tratar e tem muita coisa que se não tem visualização fica parada então essa mobilização tem essa utilidade de lembrar que é um compromisso do governo”, concluiu.