Com diversos agentes nas ruas de Dourados, a deflagrou na manhã desta quarta-feira (24) a Operação Make-up Accounts, com a finalidade de combater o desvio de recursos públicos.

A investigação teve início a partir de denúncia da Funaepe (Fundação de Apoio ao Ensino e Extensão) e ( Federal da Grande Dourados). O foco é a existência de desvio de recursos federais destinados a projetos na área da educação.

A apuração apontou o gerente-executivo da Funaepe, responsável pela gestão dos recursos à época e já demitido, como responsável por apropriação de pelo menos R$ 563.083,46.

O dinheiro foi retirado dos cofres públicos mediante dezenas de transferências de contas bancárias sob sua administração direta para as suas contas bancárias. Os valores eram utilizados na aquisição de veículos e imóveis.

Com a representação da Polícia Federal, o Juízo Federal determinou a quebra do sigilo bancário, a busca e apreensão em residência para fins probatórios e apreensão de dinheiro, veículos, imóveis e o bloqueio de contas bancárias do investigado, para restituição ao erário público.

A operação tem o nome “make-up accounts” por fazer alusão a conduta fraudulenta, realizada pelo investigado de “maquiagem” dos extratos e saldos bancários das contas dos recursos federais.

Esses documentos foram apresentados aos órgãos de controle interno e externo da Fundação, tudo com objetivo de ocultação e manutenção das inúmeras fraudes com a apropriação dos recursos públicos.

Saiba Mais