O de Albina Freitas Ribas Luiz Gonçalves, de 49 anos, preso pelo feminicídio dela, teria como alvo principal o atual namorado da vítima, segundo o relato dele em depoimento na , após a sua prisão, no dia 28 de fevereiro. O ex-marido teve prisão preventiva decretada nesta quinta-feira (2).

O autor contou que estava deprimido desde a do casal, em 7 de fevereiro, quando Albina registrou um boletim de ocorrência contra ele, que a agrediu com socos e xingamentos. O homem disse para a delegada que o atual namorado de Albina seria seu alvo.

Segundo ele, o atual namorado era guarda da mesma escola onde Albina trabalhava e naquele dia tinha a intenção de matá-lo na saída do serviço. Ele já estava com a faca usada no crime que havia pegado na casa de seu ex-cunhado porque segundo ele, os irmãos de Albina o estariam ameaçando, já que não concordavam com o relacionamento do casal. 

Antes de dar as facadas em Albina, ele a teria questionado sobre o novo relacionamento e ela teria dito que estava feliz e não tinha intenção de reatar com ele. O homem teve a prisão preventiva decretada em audiência de custódia nessa quinta-feira (2), onde foi encaminhado para um presídio. 

‘Vão encontrar corpos’

No dia 7 de fevereiro, Albina fez um boletim contra o marido após ser agredida por ele. No dia em questão, Albina havia saído de casa para caminhar e ao voltar para a residência, foi acusada pelo autor de ‘querer se mostrar para homens na rua’. 

Assim, ele passou a agredi-la com socos e fez a ameaça. “Se você me denunciar, a polícia vai encontrar corpos na casa”, disse o homem. Exatos 21 dias depois da vítima registrar o boletim de ocorrência contra o autor, ela foi assassinada no meio da rua com diversas facadas. 

O autor ainda disse que sabia dos registros de boletins de ocorrência contra ele por Albina, um total de 2. Mas, que se sentia deprimido desde o fim do relacionamento e queria reatar com a vítima, que negava.

Quando registrou a ocorrência contra o autor, Albina revelou na delegacia que o relacionamento estava desgastado e que pedia para o homem deixar a casa, mas ele se negava. 

Saiba Mais